segunda-feira, 8 de junho de 2009

COPA 2014

Maioria dos deputados da subcomissão que irá fiscalizar a Copa responde a processos

A maioria dos deputados que integram a subcomissão da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados criada em março para fiscalizar os recursos federais que serão utilizados na preparação da Copa de 2014 responde a processos. A subcomissão é composta por 18 parlamentares, sendo nove titulares e nove suplentes.

Segundo levantamento da ONG Transparência Brasil, dos 18 que integram a subcomissão, 14 --os nove titulares e cinco dos nove suplentes-- respondem a inquérito ou ação penal na Justiça, tiveram as contas de campanha rejeitadas ou têm dívidas com o Poder Público.

O estudo mostra ainda que 16 deputados --oito titulares e oito suplentes-- tiveram seus nomes envolvidos em supostos atos de mau uso de recursos públicos. Neste caso, a ONG se baseou em reportagens publicadas nos principais jornais do país.

Dos 18 deputados que integram a subcomissão, 13 representam os Estados onde serão realizados jogos da Copa. Para a ONG, essa composição representa conflito de interesse.

"Os parlamentares da subcomissão inevitavelmente sofrerão pressões de seus respectivos Estados. Como dependem dos votos daqueles Estados, isso pode arrefecer o ânimo fiscalizador", diz a entidade.

No levantamento, a ONG recomenda que a subcomissão substitua os atuais integrantes e reduza para dez em vez de 18. A entidade também sugere que os novos integrantes não sejam do Distrito Federal ou dos Estados onde terão jogos da Copa.

As 12 cidades que sediarão os jogos da Copa de 2014 são Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Fonte: Folha Online

Nenhum comentário:

National Geographic POD