domingo, 12 de julho de 2009

COMBATE À GRILAGEM NO PARÁ

CNJ inicia quinta-feira inspeção em cartórios de registro de imóveis do Pará

Todos os cartórios de registro de imóveis do Pará serão vistoriados a partir da próxima semana. A operação, que começa quinta-feira (16) no município de Altamira, no oeste do estado, foi determinada pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp, e será comandada por juízes e técnicos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O objetivo é identificar irregularidades que levaram o estado do Pará ter, nos registros públicos de terras e serviços notariais, cerca de quatro vezes o seu tamanho oficial, o que o coloca na posição de campeão nacional da grilagem de terras. Os dados são da Comissão Permanente de Monitoramento, Estudo e Assessoramento das Questões ligadas à Grilagem de Terras, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará.

O pedido de providências foi encaminhado ao CNJ pelo superintendente regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Belém, Elielson Silva. Representante do Incra na Comissão de Combate à Grilagem, Elielson também pediu o cancelamento de 9 mil registros correspondentes a cerca de 110 milhões de hectares de terras griladas no estado.
Os trabalhos poderão abranger ainda as varas agrárias do estado, além de unidades judiciais ou administrativas de primeira e segunda instâncias. Segundo o CNJ, os serviços forenses e administrativos no estado deverão prosseguir normalmente durante as inspeções.

2 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia Edvaldo,
Gostei do seu blog poia podemos conversar sôbre a nossa terra e suas dificuldades
Porque você não faz uma série de reportagem com os representantes de organizações de Povos Tradicionais
No Programa Território da Cidadania tem uma temática para Povos Tradicionais que inclui, indígenas, quilombolas, seringueiros, andirobeiras,pescadores artesanais, extrativistas, ribeirinhos, etc.
Estas lideran~ças lutam pelo desenvolvimento econômico de suas bases e representam o Brasil em encontros da ONU
O nosso Pará sempre foi muito modesto neste tema de representação, mas agora estamos juntos e fortes
Sei que na quarta feira dia 15 de julho estarão os coordenadores da temática de Povos Tradicionais reunidos pela manhã na SEMA
Passe por lá e começe a conhecer os gargalos deste famoso desenvolvimento econômico

Edvaldo Pereira disse...

Obrigado pela sugestão! Vou fazer um esforço para participar dessa reunião.

Ocorreu um erro neste gadget