quinta-feira, 30 de julho de 2009

TARTARUGAS DA AMAZÔNIA

Vítimas de caçadores, 13 tartarugas-da-Amazônia são apreendidas no PA

Animais foram capturados com anzóis e iscas.
Espécie tem caça proibida, informa o Ibama.

Treze tartarugas-da-Amazônia (Podocnemis Expansa) e um tracajá (Podocnemis Unifilis) caçados no Rio Tapajós foram apreendidos por fiscais ambientais em Aveiro, no Pará.

Eles foram ilegalmente “pescados” com o método conhecido por “espinhel”, que consiste em vários fios com anzóis ligados a um fio mais longo sustentado na água por flutuadores. Como isca, foram usadas frutas normalmente consumidas pelos animais. Os exemplares apreendidos nesta terça-feira (28) pesam entre1,5 kg e 3 kg.

Três das tartarugas-da-Amazônia estavam mortas. Este animais, também conhecidos como tartarugas-gigantes-da-Amazônia, podem chegar a medir 90 cm de comprimento e pesam facilmente 50 kg. Os espinheis haviam sido instalados no entorno do Tabuleiro de Monte Cristo, onde ocorre a maior produção de filhotes dessa espécie, segundo o Ibama.

As tartarugas-da-Amazônia são consideradas uma iguaria na região. O consumo de sua carne não é ilegal desde que tenha origem em criadouros autorizados. A caça, no entanto, é proibida. Ainda de acordo com o instituto ambiental, os espécimes vivos capturados costumam ser vendidos por valores entre R$ 30 e R$ 50, e os mortos são consumidos pelos próprios caçadores.

Nenhum comentário:

National Geographic POD