segunda-feira, 10 de agosto de 2009

ATINGIDOS POR BARRAGENS

Atingidos por barragens acampam em Rondônia contra hidrelétricas

Cerca de 400 famílias atingidas por barragens, ligadas ao MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), montaram nesta segunda-feira (10) um acampamento em frente ao canteiro de obras da hidrelétrica de Santo Antônio, em Rondônia.

As famílias reclamam dos problemas ambientais causados pela construção das hidrelétricas do Complexo Madeira e de Samuel. As famílias devem permanecer acampadas até o dia 14.

"Não queremos repetir o que aconteceu com os atingidos pela barragem de Samuel. Milhares de pessoas ficaram sem casa, sem terra, e foram aumentar a pobreza das periferias de Porto Velho. Exigimos reassentamentos e indenizações justas", declaram as lideranças, segundo nota do movimento. A atividade faz parte da Jornada Nacional de Lutas dos Trabalhadores/as do Campo e da Cidade.

De acordo com o MAB, desde setembro do ano passado, os ribeirinhos que viviam à margem esquerda do rio começaram a ser expulsos de suas casas de maneira desrespeitosa. Além disso, o meio ambiente vem sofrendo com as obras da UHE Santo Antônio administradas pelas empresas Furnas e Odebrecht, do consórcio Madeira Energia.

fonte: UOL Notícias

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget