quinta-feira, 24 de setembro de 2009

DESMATAMENTO ENTRE 2000 E 2008, SEGUNDO O IMAZON

Fotos divulgadas em relatório do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) ontem mostram a devastação na reserva Bom Futuro, em Rondônia, entre 1988 e 2008


Relatório do Imazon aponta os números do desmatamento entre 2000 e 2008

Levantamento divulgado ontem pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) confirma a forte devastação que a Floresta Amazônica vem sofrendo.

Segundo o relatório, entre 2000 e 2008, foram desmatados 2,25 milhões de hectares em áreas protegidas e foram registrados no Ibama cerca de 1.200 crimes ambiental na Amazônia, sendo que o desmatamento, as queimadas e exploração de madeira foram as infrações mais comuns.

Rondônia e Pará lideraram as infrações e somaram 82% dos casos identificados em áreas protegidas.

O texto releva ainda que as áreas mais expostas aos crimes são aquelas próximas de estradas.

O Imazon atribui o grande número de crimes à impunidade, já que o Ibama teria concluído menos de 5% dos casos avaliados no estudo. Até outubro de 2008 estavam em andamento no Ibama 37,6 mil processos contra infrações ambientais em todo o Brasil somando R$ 9,5 bilhões em multas, revela o levantamento

Nenhum comentário:

National Geographic POD