segunda-feira, 21 de setembro de 2009

MONITORAMENTO DA AMAZÔNIA


PF deve usar sistema de monitoramento por aviões não tripulados na Amazônia ainda este ano

Um novo sistema de monitoramento nacional por aviões não tripulados deve ser colocado em prática, ainda este ano, pela Polícia Federal (PF), em todo o território nacional.
A informação foi dada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, hoje (21), em Manaus, durante a abertura da 21ª Reunião do Grupo de Trabalho da Interpol para Crimes Contra a Vida Selvagem. De acordo com o ministro, o sistema faz parte de um grande projeto denominado Vant e já se encontra funcionando em caráter experimental em Foz do Iguaçu (PR).

Segundo o ministro, o projeto Vant representa um dos esforços do governo federal no sentido de promover a segurança nacional e coibir, por exemplo, os crimes ambientais. Com 16 metros de envergadura e uma autonomia de vôo de 36 horas, os “aviões espiões” que foram comprados serão capazes de enxergar túneis subterrâneos e monitorar o contrabando de armas, o tráfico de drogas e os grupos armados nas fronteiras e nas favelas.


Serão inicialmente três aviões não tripulados, mas a meta é chegar a 14. Todo o conjunto do projeto, incluindo a infraestrutura de treinamento, a base de comando e as três aeronaves iniciais, está estimado em R$ 50 milhões de dólares. O projeto Vant terá cinco sedes no Brasil, sendo uma delas na Amazônia.

Nenhum comentário:

National Geographic POD