terça-feira, 8 de dezembro de 2009

COMBATE ÀS QUEIMADAS


Ministério anuncia plano de ações contra queimadas


Meta é reduzir área dos incêndios em 75% até 2013.
Governo prevê contratação de mais 2,5 mil brigadistas.

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) anunciou hoje um plano de integração das ações de combate às queimadas no País. A meta é reduzir em 25% a área dos incêndios de 2009 a 2010 e em até 75% até 2013. A diminuição das queimadas faz parte das metas brasileiras para reduzir a emissão de gases do efeito estufa em 39% até 2020, que será levada para a 15ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP-15), que começou ontem em Copenhague, na Dinamarca. A previsão é de um investimento de R$ 20 milhões até 2011.

As queimadas representam entre metade e 70% da emissão de dióxido de carbono (CO2) no Brasil, dependendo do ano em que é feita a avaliação. Hoje, o País tem apenas 2,8 mil brigadistas contratados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pelo Instituto Chico Mendes para proteger as reservas ambientais. O plano pretende contratar mais 2,5 mil nos municípios que atualmente não têm unidades do corpo de bombeiros.

Além disso, o governo federal pretende equipar as unidades estaduais com aeronaves, lanchas e viaturas para a criação de grupos específicos de socorro florestal. "Hoje existem muitas ações independentes. O que precisamos é de uma ação que não seja pulverizada e casual, mas organizada", disse o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. O governo pretende fazer um plano nacional de ação e planos estaduais para prevenir as queimadas em cada região.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget