quarta-feira, 26 de maio de 2010

MAIS CASTANHEIRAS CENTENÁRIAS


Foto: Rômulo Soares Neto/Ibama Divulgação

Mais 40 toras de castanheiras apreendidas em Nova Ipixuna, no Pará

Mais 40 toras de castanheiras-do-pará centenárias foram apreendidas pelo Ibama nesta segunda-feira (24/05) numa carvoaria abandonada na cidade de Nova Ipixuna, a 50 Km de Marabá, no sudeste do estado. No final de semana, os agentes federais já haviam localizado 51 árvores escondidas num depósito a céu aberto na mesma região. Agora as apreensões já somam 460 m3 de castanheiras ilegalmente derrubadas, o equivalente a 19 caminhões cheios.

Os fiscais retornaram de helicóptero à região da primeira apreensão na manhã de segunda em busca de mais depósitos ilegais de madeira. A cerca de 4 km do lugar vistoriado no final de semana, acharam mais toras. Todas elas foram retiradas ontem das áreas isoladas, numa operação que entrou pela noite, e entregues à secretaria de Obras de Nova Ipixuna.

“Suspeita-se que as castanheiras estão sendo exploradas ilegalmente em assentamentos”, diz o coordenador das ações de fiscalização, o analista ambiental Hugo Américo. Segundo informações recebidas pelos fiscais, compradores estão "aliciando" os assentados, que vendem uma tora retirada de sua propriedade a um preço irrisório: R$ 100.

“É um valor muito baixo pelo dano ambiental causado com a retirada de uma espécie importante para toda a floresta como a castanheira. Certamente, com a exploração sustentável de seus frutos, teriam maiores lucros”, lamenta Américo.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget