quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

CONFLITO EM ANAPU (PA) V

Situação continua tensa e exige atenção em Anapu

Após reunião realizada ontem pelo Incra com trabalhadores rurais do PDS Esperança, assentamento onde foi morta a missonária Dorothy Stang, exploradores de madeira na área ameaçaram fechar a rodovia Transamazônica (BR-230) a partir de hoje, o que ainda não se consumou.

A intenção do grupo é protestar contra a decisão do Incra de expulsá-los da área, uma vez que não se constituem clientela do assentamento e apenas utilizam a área para explorar e negociar com madeireiros. Um grupo chegou a fechar uma das vicinais que dá acesso ao PDS Esperança para impedir a saída da superitendente do Incra de Santarém após a reunião com os assentados.

Na reunião ficou decidido que o Incra vai trabalhar para viabilizar a implantação de duas guaritas na região. Uma resposta deve ser apresentada dentro de 60 dias, período necessário para verificação dos trâmites legais e viablização de recursos, segundo a assessoria de imprensa do Incra em Santarém.

Também ficou agendada uma audiência pública para o dia 25/01, no Fórum de Altamira (PA), com a participação dos assentados do PDS Esperança, Incra, Ministério Publico Federal, Secretaria Nacional de Direitos Humanos e Ouvidoria Agrária Nacional.

Contactada pelo blog a assessoria da Polícia Federal informou que uma equipe foi enviada à região e está atenta aos acontecimentos dentro da reserva legal. A informação foi confirmada por um funcionário do Incra.

Um comentário:

magdalenaveredas11 disse...

Parabéns, mostrou a lista inteira e fico imaginando a emoção de quem entrou...
Caipira do interior de Sampa ainda não entende o que esta acontecendo.
Mas sei que estão lutando pela Paz e harmonia entre: Homem e Natureza.
Bom final semana, mano!

Ocorreu um erro neste gadget