segunda-feira, 11 de abril de 2011

SEMANA DOS POVOS INDÍGENAS

Foto: Edvaldo Pereira / Amazônia em Foco

Exposição fotográfica sobre os Tembé abre evento na UFOPA

Começou nesta segunda-feira, dia 11 de abril, a Semana dos Povos Indígenas da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), com o objetivo de promover ampla discussão sobre a história, a diversidade cultural, e a realidade dos povos indígenas da Amazônia.

O evento iniciou-se às 17 horas, no Campus Rondon, com ritual dos Borari de Alter do Chão e a inauguração da exposição “O nascer social das crianças Tembé”, do fotógrafo Edvaldo Pereira (editor desse blog). A primeira mesa-redonda do evento, que abordou o tema “A Presença Indígena Pré-Colonial no Baixo Amazonas”, com os professores Claide de Paula Moraes e Denise Maria Cavalcante Gomes (Antropologia e Arqueologia- ICS/UFOPA).

O evento vai capacitar professores e estudantes da UFOPA, sobre a realidade dos povos indígenas e das possibilidades de novas pesquisas sobre a temática, através de debates, oficinas, minicursos e mostra de filmes.


Confira a programação

Dia 12 de abril de 2011 – terça-feira


15h – Mostra de Filmes e Documentários: “A Arca dos Zoé” - Projeto Vídeo nas Aldeias; e “Gambá de Pinhel”

16h30 – Assembleia dos Povos Indígenas (I Sessão), sob a coordenação dos líderes das organizações indígenas existentes na região.

18h30 – Mesa-redonda: Da invisibilidade ao reconhecimento político e jurídico: povos indígenas no Tapajós e outras experiências na Amazônia
Maria Elísia, coordenadora do Conselho Indígena dos rios Tapajós e Arapiuns (CITA); Profa. Márcia Pires Saraiva (CFI/UFOPA); Dr. Cláudio Dias – procurador da República em Santarém (MPF); e representante da FUNAI


Dia 13 de abril de 2011 – quarta-feira


15h – Mostra de Filmes e Documentários: “Pemp” e “A gente luta, mas come fruta” - Projeto Vídeo nas Aldeias

16h – Assembleia dos Povos Indígenas (II sessão)

18h30 – Mesa redonda: Os povos indígenas e a ameaça das grandes hidrelétricas na Amazônia
Profa. Márcia Pires Saraiva (CFI/UFOPA); Profa. Sheyla Juruna (líder indígena em Altamira e estudante na UFPA); e representante da Associação Pusuru, dos Munduruku (Jacareacanga).


Dia 14 de abril de 2011 – quinta-feira

15h – Mostra de Filmes e Documentários: “Terra Vermelha”

18h30 – Mesa redonda - Educação escolar indígena: o desafio de tornar o direito realidade
Dilma Serrão Ferreira Silva - Secretária de Educação (SEMED) da Prefeitura Municipal de Belterra; Profa. Lucineide Pinheiro - Secretária de Educação (SEMED) da Prefeitura Municipal de Santarém; Representante da 5ª URE para a Ensino Modular Indígena; Celivaldo Barbosa - Secretário de Educação (SEMED) da Prefeitura Municipal de Aveiro; Representante da articulação de professores indígenas do baixo Tapajós.


Dia 15 de abril de 2011 – 6ª feira


15h – Mostra de Filmes e Documentários: “Corumbiara”

18h30 – Mesa Redonda - A academia e os povos indígenas: a experiência dos estudantes indígenas na UFOPA.
Prof. Gilton Mendes (Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena – NEAI/UFAM); Profa. Myriam Barboza (CFI/UFOPA); Profa. Luciana Carvalho (ICS/UFOPA); e Gedeão Monteiro Arapium (estudante indígena na UFOPA)


Dias 16 e 17 – Visita à comunidade indígena de Muratuba


OFICINAS – 12 a 15 de abril – 9 às 11h30

Diálogos com os mais velhos - Ministrada na forma de conversa informal com pessoas idosas (líderes tradicionais) de Santarém ou de aldeias. Convidados: Seu Izauro (um dos últimos ceramistas especializado na cerâmica de Santarém), Dona Josefa Tupinambá (benzedora e líder indígena na aldeia Muratuba, Tapajós), Dona Maria Justa C. Lima (Saraipora do Sairé, Alter do Chão), Seu Antônio Mucura (líder comunitário na aldeia Muratuba, sindicalista e líder do movimento da RESEX Tapajós-Arapiuns).

Pintura corporal – Ministrada por Walmir Munduruku e Shirlane Arapium.


CURSOS E MINICURSOS - 12 a 15 de abril

Afinal, o que é ser indígena? - Prof. Dr. Florêncio Almeida Vaz (ICS/UFOPA); das 8 às 10h, no Auditório Wilson Fonseca, Campus Rondon.

As populações Indígenas e a Historiografia Brasileira - Profa. Márcia Pires Saraiva – (ICS/UFOPA); das 14 às 16h30, no GCI

Nheengatu (Língua Geral Amazônica – LGA) – Gedeão Monteiro Arapium (estudante indígena da UFOPA); das 16 às 18h, no GCI.

Nenhum comentário:

National Geographic POD