domingo, 24 de junho de 2007

Denúncia grave!

MPF PEDE SEGURANÇA PARA CACIQUE

O líder indígena, que luta contra madeireiros, sofreu ameaças no último dia 6. O Ministério Público Federal (MPF) no Pará solicitou à Secretaria Estadual de Segurança Pública, no dia 15 de junho, que tome providências urgentes para garantir proteção policial ao cacique Odair José Borari, coordenador do Conselho Indígena Tapajós e Arapiuns (Cita), que vem lutando contra a invasão de madeireiros em terras dos índios.
No último dia 6, Borari foi assaltado em Santarém, no oeste paraense, e depois levado à estrada que liga a sede do município à vila balneária de Alter-do-Chão. De acordo com informações repassadas ao MPF pela Fundação Nacional do Índio (Funai), o líder indígena foi espancado por quatro homens armados e, em seguida, amarrado.
Os agressores teriam dito a Borari que ele iria pagar por tudo o que estava fazendo, o que, para o movimento indígena, é mais uma tentativa de amedrontar as lideranças dos índios da região.
No ofício enviado à Segup, o procurador da República Daniel César Azeredo Avelino observa que “as comunidades existentes ao longo dos rios Tapajós e Arapiuns sofrem com as investidas de madeireiros e sojeiros, com animosidade crescente diante de reconhecimento de
áreas, na região, como pertencentes aos indígenas”.

Fonte:
Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Pará
Telefones: (91) 3299-0177 / 3222-1291
E-mail:
murilo@prpa.mpf.gov.br

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget