quinta-feira, 25 de junho de 2009

ACRE REGISTRA CINCO AVES DESCONHECIDAS NO BRASIL


Pesquisador da Ufac identifica espécies de aves registradas pela primeira vez em nosso País

Cinco espécies de aves até então desconhecidas no Brasil são encontradas pela primeira vez em território nacional. As aves foram registradas no Acre, nas regiões dos rios Juruá e Purus pelo biólogo Edson Guilherme da Silva. A descoberta consta da tese de doutorado de Silva, defendia no dia 12 no Programa de Pós-Graduação em Zoologia, do Museu Emílio Goeldi e da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Edson Guilherme é pesquisador e professor do Departamento de Ciência da Natureza, da Universidade Federal do Acre (Ufac). Sua tese "Avifauna do Estado do Acre: Composição, Distribuição Geográfica e Conservação" é contribuição para o conhecimento da avifauna do sudoeste amazônico. Ela também responde a questões sobre quantidade e quais as espécies de aves do Acre, e como essas espécies estão distribuídas dentro do estado.

Ao todo, o pesquisador confirmou 655 espécies de aves no Acre, distribuídas em 73 famílias e 23 ordens. "Aí verificamos que cinco destas foram registradas pela primeira vez em território brasileiro", conta Silva. O trabalho do pesquisador se desenvolveu na área sudoeste da Amazônia, na fronteira com o Peru e a Bolívia. A região, segundo ele, é reconhecidamente biodiversa e se localiza nas terras baixas da região amazônica, próxima ao sopé dos Andes.

A região, mesmo considerada prioritária para a realização de novos levantamentos biológicos, tem seu potencial investigado. Por essa razão, a região do Acre onde as novas espécies foram encontradas recebeu tardiamente a visita de ornitólogos. "O conhecimento sobre as aves do Acre era escasso e estava disponível de forma difusa em poucos artigos científicos", explica Edson Guilherme da Silva. Diante dessa situação, Silva resolveu reunir o que já havia sido produzido e coletar novos dados dentro do Estado em áreas ainda não visitadas por ornitólogos.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget