domingo, 4 de outubro de 2009

OCUPAÇÃO DA FUNAI EM ITAITUBA

Ocupação na Funai de Itaituba, no Pará, pode acabar nesta segunda

O presidente nacional da Funai (Fundação Nacional do Índio), Márcio Augusto Freitas de Meira, é aguardado, nesta segunda-feira (5), em Itaituba, sudoeste paraense. Ele deve viajar até o município para negociar a desocupação da sede da fundação. Cerca de 50 caciques da etnia Munduruku estão acampados no local há quase uma semana e afirmam que só encerram a manifestação após reunião com o presidente.

Os indígenas reivindicam melhores condições para as 106 aldeias da região de Jacareacanga. Eles reclamam que não têm assistência da Funai. De acordo com Jaime Rodrigues, administrador substituto da Funai no município, os índios pedem a presença do presidente nacional da fundação. 'Eles reclamam de várias situações, entre elas o andamento dos projetos da Funai, que darão mais estrututa para as aldeias', disse. Segundo Jaime, as lideranças indígenas dizem que não têm assistência para a realização de tarefas básicas para a subsistência, como o extrativismo.

Outro motivo de insatisfação dos índios é o fato da administração local não ter titular. 'O administrador saiu e eu entrei como substituto, mas até agora ninguém foi nomeado como titular', afirmou Jaime. Segundo os manifestantes, isso também se reflete na falta de estrutura da Funai em Itaituba. Por isso, eles pedem também a contratação de mais funcionários.

Apesar da ocupação ser pacífica, apenas os atendimentos na Unidade Gestora estão mantidos. 'Os atendimentos externos, diários, foram suspensos por exigência dos Munduruku', explicou Jaime.

Os indígenas garantem que só desocupam o prédio quando as reivindicações forem atendidas. A administração local da Funai já entrou em contato com o órgão em Brasília. De acordo com Jaime Rodrigues, a expectativa é que o presidente da Funai, Márcio Augusto Freitas de Meira, chegue em Itaituba nesta segunda-feira (5), para negociar com os manifestantes.

com informações do Portal ORM

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget